Como proteger o seu roteador

Não importa se o seu roteador foi adquirido por você ou cedido pelo seu provedor de internet. As recomendações para garantir a segurança do equipamento são as mesmas. Mas cada modelo tem uma configuração diferente e será preciso consultar o manual ou o suporte técnico para saber exatamente como proceder.

Infelizmente, esses aparelhos não são projetados para serem fáceis de usar. Se você tiver dificuldade, pode ser necessário pedir auxílio de um técnico.

Veja o que você deve conferir:

  • Configure uma senha no painel de administração: os roteadores domésticos possuem um painel de administração que pode ser acessado pelo navegador web. Modificar a senha de acesso a esse painel é uma das medidas mais importante para garantir a segurança. Muitas vezes, ele pode ser acessado com a senha configurada de fábrica, o que facilita ataques.
  • Confira se há atualizações de firmware: a maioria dos roteadores não possui função para atualização automática. Você precisa ir até o site do fabricante e verificar, na seção de “Suporte” ou “Downloads”, se há um firmware atualizado para o seu modelo. Esse firmware precisa ser baixado e aplicado no painel de atualização. Se o seu roteador foi cedido pelo provedor, a atualização pode ser aplicada pelo provedor por meio de uma tecnologia chamada TR-069. Mesmo assim, é importante conferir. Consulte o manual do seu equipamento para saber como fazer isso – você normalmente pode baixar o manual no site do fabricante.
  • Desabilite administração remota: se o seu roteador tiver uma opção para “administração remota” (fora da rede local), ela deve ser desabilitada. A administração remota permite que qualquer outro sistema na internet acesse o painel de configuração do roteador. O ideal é que o painel possa ser acessado apenas por computadores da sua casa, não da internet.
  • Proteja sua rede sem fio: Quando configurar sua rede Wi-Fi no roteador, use a proteção “WPA2” e uma senha longa. Você pode usar versos de músicas ou embaralhar palavras de ditados populares ou qualquer outra frase que você goste. Senhas longas dão mais trabalho em ataques de força bruta – é melhor usar uma senha longa “simples” do que uma senha muito curta cheia de números e símbolos especiais. “EuQueroProteger+MeuRoteadorHoje!” e “2 super-heróis contra 2 vilões: lutem!” são senhas melhores que “jk$asR3”. Use a criatividade para colocar pontuação e números nas suas frases!